Por que só pobre vai para a cadeia?

Por Bernardo Nazareth

O Brasil hoje está em 4º lugar na quantidade de pessoas presas, com 548.003 pessoas no Regime Fechado do país, ficando atrás apenas de Rússia, China e Estados Unidos. Desde os anos 80, vem crescendo o número de pessoas que são presas, em todo o mundo. Segundo as autoridades, o motivo é o “aumento da criminalidade”, como roubos, assaltos, sequestros, tráfico de drogas, etc. O que as autoridades não explicam é por que apenas esses crimes são punidos e os crimes do “colarinho branco” não são. Por que não prendem empresário que sonega imposto? Por que a maioria dos políticos corruptos não são presos? Eles não explicam nada disso.

A prisão é só para pobre! Desde que os governos, em todo o mundo, pararam de investir em programas sociais, em escola pública e hospital público de qualidade, aumentaram os gastos com armamentos e concursos para a polícia e os investimentos em prisões. O rico explora o trabalhador e rouba dos cofres públicos porque quer ter mais do que precisa. O pobre, quando rouba comida, é porque tem fome. Ele tem fome porque o governo piorou as condições de vida dele. Não se trata de defender os criminosos, mas defender que ninguém precise chegar nessa situação para poder se alimentar, para poder sobreviver.

Além disso, a superlotação nas penitenciárias não permite que os presos tenham o mínimo de dignidade e condições de higiene e saúde, direitos garantidos pela Lei de Execução Penal (LEP). Um Governo que já costuma agir com os mais pobres de forma violenta e ilegal enquanto esses estão livres faz muito pior com quem está preso. Os abusos, espancamentos, torturas, xingamentos e demais formas de desrespeito utilizadas por quem trabalha nas prisões do país são constantes.

Os que possuem mais bens, mais escolaridade e mais influência política quase não são presos, o que me faz perguntar: será que só os pobres cometem crimes? Os crimes que levam ao maior número de condenações no Brasil são aqueles que os cidadãos de classe baixa cometem contra o patrimônio, não contra pessoas. Segundo o relatório de 2010 do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), 52% dos presos (cerca de 270 mil) do total de presos no regime fechado no país (548.003 presos) cumprem pena por crime contra o patrimônio. Outro tipo de crime que leva muitas pessoas à prisão no país é o tráfico de drogas: 138.198 presos, cerca de 25% da população carcerária. Sendo presos apenas os vendedores diretos da droga, que têm origem pobre e vivem nas favelas e periferias do país.

Além disso, 80% dos presos acabam sendo presos novamente, como reincidentes. Isso acontece, pois a ressocialização é impossibilitada, inclusive pelo Estado, que não permite que ex-presidiários prestem concurso público. Os crimes já citados, como roubos, assaltos, sequestros, tráfico de drogas, etc., de forma isolada, afetam pouco a sociedade, se comparados com os crimes cometidos pelos ricos e pelos governantes, como: lavagem de dinheiro, sonegação de impostos, desvio de dinheiro público, fraldes em licitações, abusos de autoridade, etc. Esses possuem efeitos sociais devastadores para a população. O que se percebe é que o que importa para a Justiça não é a gravidade do crime cometido, mas sim quem comete o crime. E é isso que vai definir quem será punido ou não e qual será a punição.

2 ideias sobre “Por que só pobre vai para a cadeia?

  1. José Apolinário de Miranda

    A resposta é muito simples: O Brasil é um País capitalista onde os poderosos sentem fome e sede de dinheiro. Não importa a origem do vil metal, o que interessa é a riqueza. O pobre não pode bancar os custos de uma justiça complicada, nem de um advogado criminalista “criativo”. Dessa forma, vem o ditado popular: “QUEM PODE, PODE; QUEM NÃO PODE SE SACODE”.

    Responder
  2. glaucio

    tudo que está escrito ai eu penso igual e tem mais os politicos que são presos ficam na mordomia e em pouco tempo alegam doença para ficarem, presos em domicilio! o dinheiro que o governo rouba é 1000 vezes maior que o roubo do bandido comum pobre.
    e ainda por cima o dinheiro roubado pelo colarinho branco nunca mais volta algumas vezes por exemplo se foi roubado 1 bilhão volta só 200 milhões um exemplo é o juiz lalau safado sem vergonha.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *